Terça, 02 de Março de 2021 17:36
(86) 99911-8355
Polícia CASO IZADORA

Autorizada quebra do sigilo telefônico do irmão de advogada morta

O Ministério Público também apresentou parecer favorável a quebra do sigilo telefônico.

21/02/2021 10h02
Por: Redacao Fonte: Douglas Cordeiro
Foto: GP1
Foto: GP1

A quebra do sigilo telefônico do jornalista João Paulo Santos Mourão, acusado de matar a irmã e a advogada Izadora Santos Mourão, foi determinada pelo  juiz Diego Ricardo Melo de Almeida, da 2ª Vara da Comarca de Pedro II. A decisão foi tomada nesta sexta-feira (19/02).

O Ministério Público também apresentou parecer favorável a quebra do sigilo telefônico.

A polícia fez a solicitação alegando que a medida seria necessária para a elucidação do assassinato da advogada. Os investigadores vão ter acesso aos diálogos do acusado e registro das ligações. Todas as informações serão incluídas no inquérito policial.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias